Fundo de Quintal-Boca Sem Dente (part. Gabriel O Pensador)-

15:10 Lello Pensador 0 Comentários



Composição: Almir Guineto / Gelcy do Cavaco

aquela boca sem dente que eu beijava
já está de dentadura
aquela roupa velha que você usava
hoje é pano de chão

mandei reformar o barraco
comprei geladeira e televisão

e você me paga com ingratidão

mas o que mais me revolta
é não reconhece o que eu fiz por você
obra da fatalidade eu ser desprezado
sem saber porque

você zombou de mim
so fez me aborrecer
sinceramente eu hei de te ver sofrer(2X)

~>(Gabriel)Aquela boca sem dente de antigamente
Sorrindo pra mim
Era uma coisa bonita
Mas acho que a vida tá perto do fim
Hoje ela fala de tudo
Reclama de tudo
Acha tudo ruim
Hoje ela só quer moleza
sentou no pudim...
(É assim)
Aquela boca sem dente
Era mais sorridente antes da dentadura
Era um sorriso banguela e a roupa era velha
E não tinha frescura
Hoje só come filé
E só quer roupa nova da alta costura
Hoje tá cheia de dente
E não quer rapadura!

(laiálaiálaiálaiálaiá)

aquela boca sem dente que eu beijava
já está de dentadura
aquela roupa velha que você usava
hoje é pano de chão

mandei reformar o barraco
comprei geladeira e televisão

e você me paga com ingratidão

~>(Gabriel)Eu comprei geladeira, comprei microondas, comprei a tv e comprei dvd
Eu comprei um vestido maneiro
E você me falou que eu não soube escolher
Eu voltei pra comprar o vestido
E a menina da loja que foi me atender
Me mostrou mais uns 5 vestidos
E eu lá perdido "Aonde? Cadê?"
Eu pedi pra menina da loja
ir buscar um vestido que eu queria ver
A menina vestiu o vestido
E quis me fazer um desfile privê!
A menina era linda mas eu só olhei pro vestido
E embrulhei pra trazer
Se você num gostar do vestido...
Eu volto pra loja e troco você!

(laiálaiálaiálaiálaiá)

sinceramente eu hei de te ver sofrer!

0 comentários: