Se fosse só sentir saudade...

10:48 Lello Pensador 2 Comentários

Galera, estou postando o post que Gabriel O Pensador fez no blog dele, achei emocionante a história do Gabriel O Pensador, ai vai o post, história de fã pra ídolo, ídolo pra fã
-----------------------------------------------------------------------------------------

“Se fosse só sentir saudade
Mas tem sempre algo mais
Seja como for...”

Sempre me identifiquei com o que o Renato Russo escrevia e cantava. Não é à toa que já citava trechos de músicas da Legião em algumas músicas minhas, antes mesmo de gravar “Palavras Repetidas” com um sample de “Pais e filhos” no refrão.
Tô escrevendo isso aqui de madrugada e relembrando algumas letras dele com a ajuda da nossa prestativa internet. Hoje em dia a gente troca informações tão rápido: baixa músicas, imagens, edita, altera, recria, armazena, disponibiliza... tudo fácil, enviamos e recebemos quase tudo por email, mas antes essa troca de informações exigia um pouquinho mais de esforço. Uma ida até os correios, pelo menos.
Quando eu me preparava pra gravar meu segundo disco, depois de ter estreado com o pé direito em 1993, recebi um cartão-postal surpreendente de um brasileiro que estava na Itália pesquisando uns sons. Com o cartão, veio um CD single do Jovanotti, o nome da música era Penso Positivo. O cara que me mandou isso também era cantor e compositor, e sendo assim me enxergou como colega, resolvendo me mandar essa encomenda porque imaginou que eu fosse gostar. Foi um amigo em comum, o Jorge, que me passou a tal correspondência daquele meu novo amigo que só me conhecia através das minhas músicas e vice-versa. E põe “vice-versa” nisso! Porque eu já conhecia muito bem o som que ele fazia. E com aquele seu gesto generoso pude conhecer, mesmo à distância, um pouco mais da sua personalidade.



Liguei pra agradecer e acabamos batendo o que pra mim foi um longo papo no telefone, de calouro pra veterano, de fã pra ídolo, cujas palavras nem se eu quisesse eu lembraria agora– e olha que eu queria – mas com certeza a mensagem ficou bem guardada de alguma maneira, provavelmente da maneira mais importante e mais inspiradora.
Por essas e outras eu acho que nunca fiquei marrento com o chamado “sucesso” nessa vida de “artista”. Tendo exemplos como esse desde cedo, acho que eu não corria mesmo esse risco.
By Gabriel O Pensador

2 comentários:

nando disse...

Sensacional! Comentei lá no teu 8P também. Dois monstros. Ainda esses dias tava ouvindo "Monte Castelo", praticamente uma obra-prima. Já imaginou os 2 juntos fazendo música hoje? Esculacho.

Abração! Belo post! Parabéns pro Gabriel.

Vlad Salomão disse...

Boa a citação do blog do Gabo no seu blgo Lello.
É bom demais saber essas informações de um ídolo como o Gabriel.

Valeu!

Energias Positivas!